quinta-feira, janeiro 24, 2013

No ouvido [3]

"Bem te avisei, meu amor, que não podia dar certo, que era coisa de evitar.
Que como eu, devias supor que, com gente ali tão perto, alguém fosse reparar.
(...)Pedaço de mau caminho, onde é que eu tinha a cabeça quando te disse que sim?"

(E o corpo não pára  de mexer com este ritmo maravilhoso )


1 comentário:

Anónimo disse...

É tão a nossa onda. :)

J.