quinta-feira, maio 17, 2012

Os pequenos detalhes.



Morreu.
Acabou.
E no final tudo se resume a isto. A uma palavra. A várias palavras se preferirmos, mas a verdade é que fica tudo resumido a um grande nada. Um grande nada que se instala no lugar da pessoa que parte e na pessoa que fica.
E é por isso que sou tão ligada a pormenores para que nunca possa perder completamente nada. Mas na verdade, perde-se. Perde-se sempre que alguém escolhe ir embora. Perde-se sempre que alguém é levado de nós. Não deveria acontecer, mas perde-se.
Acabou.
Morremos.
E é por isso que sou tão ligada a pormenores, todos os dias. Pequenos e minuciosos pormenores. Carinhos, olhares, sorrisos, palavras. Porque teimo em não deixar esse pequeno grande nada instalar-se. De forma alguma.
E todos os dias se perde algum pormenor.
Todos os dias algo morre, nem que seja só um pouco.
E todos os dias alguém se perde. Todos os dias alguém nos perde.

E é aí que eu descanso e penso na velha máxima:
" A vida segue. Para a frente é que é o caminho."

1 comentário:

Anónimo disse...

Enjoy every moment, every breath, every smile, every affection...enjoy it all.
Right now, you may have liberty, you may have time, you may have friendships, you may have love…you may have it all and you just don't see it.
“So enjoy the little things in life, for one day, you will look back and realize they were the big things”

Kisses

Anonymous =P