quarta-feira, fevereiro 23, 2011

Hoje procurei a tua mão mas ela já lá não estava.


Talvez nunca tenha estado.