quarta-feira, junho 23, 2010

Largar o que há em vão*

"Mistério do teu lado
Entre o certo e o errado
Bem e o Mal em discussão
Volta a teu o abraço cheio com o coração no meio
Volto eu a disparar
Não percebo o que queres
Diz-me tu o que preferes
Ir embora ou ficar
Este espaço intermédio
Entre a paz e o assédio, não nos deixa evoluir
Não é dor nem fogo posto
É amar sem ser suposto
É difícil resistir.
(...)
Se faz bem ao coração.
Largar o que há em vão.
Faz bem ao coração."
Porque é perfeita para mim. Para nós.
*Tiago Bettencourt

segunda-feira, junho 21, 2010