sábado, novembro 07, 2009

LOBA de Ray Ban

A minha adorada Christiane Torloni está em mãos com uma peça que estreou dia 5 de Novembro em S. Paulo. A peça com o nome de Loba de Ray Ban conta a história de três actores de uma Companhia de Teatro em que Torloni é Julia, um dos outros actores é o seu ex marido e outra actriz é alguém por quem ela se apaixonará. A sua personagem vai então viver dividida entre o amor pelo ex-marido e por outra mulher. Esta peça é inspirada na versão masculina na qual Christiane fazia o papel de ex-mulher e Raul Cortez fazia de "Lobo".

Vamos aguardar para que a Chris veja soltar a "Loba" que há em si a Lisboa, porque aí, meus amigos.. Eu não perco com certeza!!!

Pensamentos Soltos!

Nos últimos tempos:

- Pensei sobre a polémica "Maitê Proença" e realmente não consigo achar piada ao humor que ela diz ter. Jamais iria ao país dela, à cidade dela e faria aquilo. Se bem que agora a minha vontade (e de mais de metade da população portuguesa) é de cuspir à porta dela se um dia lá passar por perto, mas com muito humor, claro. Que pena Maitê, até gostava bastante de ti e te achava um exemplo de vida. E que belo exemplo que me saiste...
-Em compensação a minha ideia geral, positiva, sobre o povo brasileiro não mudou. Continuo a amar a alegria deles e a admirar o seu mundo cinematográfico. Os brasileiros que vivem cá em Portugal, a maioria deles são assim demasiadamente "tu-cá-tu-lá" o que para a nossa cultura meio formal portuguesa parece estranho, mas eu até gosto, ou pelo menos acho piada. (Sabem uma coisa gira, o povo brasileiro deve adorar falar ao telemóvel. Ja fiz viagens inteiras de autocarro em que eles não largavam o telemóvel e o assunto não acabava. Giro, não é? lol)

- Tenho andado cansada da rotina. Sem paciência para a quebrar. Mas quando me convencem acabo por usufruir bem de cada minuto e de pensar no final que valeu tanto a pena!!

- Tenho tido imensas saudades das minhas aulas de teatro. Sinto uma imensa necessidade de libertar energias e angústias cá para fora. De encarnar outra vida, outros sentires.

- Tenho sentido mais necessidade de planear, e ao mesmo tempo a minha vida não mo permite. Estranho não é? Quero planear a semana e o trabalho não deixa. Ai que nervos!!!!

- Tenho saudades das minhas "better together". Tenho saudades de olhar para elas e estarmos todas juntas!

- Imaginam a quantidade de vezes que me custa levantar da cama todos os dias as 7h da matina? Ai.. se custa...

- É estranho não ver vida nos olhos das pessoas. Assusta um pouco. Ficamos sem saber o que esperar dali. Ficamos com vontade de abanar e mostrar-lhes que ainda há coisas que valem a pena!

- Irrita-me não conseguir prever determinadas situações. Pior, ainda fico mais irritada, sobretudo comigo, de para além de não as conseguir prever, sofrer com elas, e não conseguir evitar futuras..
- Odeio pessoas que ostentam, que esbanjam confiança nas suas qualidades. Com isto quero dizer, que perco a paciência facilmente com pessoas que insistem em dar nas vistas, que insistem em dizer aquilo que os outros querem ouvir, simplesmente para impressionar!

- Tenho pensado no futuro.. e não sei porque mas tenho tido medo..