quarta-feira, abril 30, 2008

sonho de menina adulta.

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não
esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo, e que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios,
incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e tornar-se um autor da ´
própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no
recôndito da sua alma.
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um "não".
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
Pedras no caminho?... Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."

Fernando Pessoa

como uma tatuagem.

já o céu estava azul claro com os tons rosa do nascer do sol e ela descia a rua com alguma dificuldade pois a noite tinha sido longa e os sapatos mordiam ardentemente os seus pés. apesar de extremamente cansada, sorria com o sorriso mais estúpido do mundo. fechava os olhos e sentia o ar fresco e puro daquele lugar é só dela e daqueles que estão no seu coração. mais uma vez a felicidade era algo que a preenchia e lembrava-se do quanto sentia a falta daqueles momentos na sua vida e do quanto queria mais agora. sim, queria mais. tinha certezas de que não queria perder mais momentos daqueles pois a alegria era tanta que enchia o coração, o peito e parecia querer sair cá para fora para se dar a conhecer a toda a gente.

já descalça no alcatrão, rua abaixo, escreveu na sua pele e marcou na sua alma como uma tatuagem: AJATunas 2008 e deixou espaço ao lado para acrescentar os próximos anos. sim, porque ela soube logo no momento que aquilo tinha de ser repetido. sem dúvida nenhuma.

Same Mistake*

So while I'm turning in my sheets
And once again, I cannot sleep
Walk out the door and up the street
Look at the stars beneath my feet
Remember rights that I did wrong
So here I go
Hello, hello
There is no place I cannot go
My mind is muddy but
My heart is heavy, does it show
I lose the track that loses me
So here I go
Oh...
And so I sent some men to fight
And one came back at dead of night
said "Have you seen my enemy?"
said "he looked just like me"
So I set out to cut myself
And here I go
Oh...
I'm not calling for a second chance
I'm screaming at the top of my voice
Give me reason, but don't give me choice
'Cause I'll just make the same mistake again
And maybe someday we will meet
And maybe talk and not just speak
Don't buy the promises 'cause
There are no promises I keep
And my reflection troubles me
So here I go
Oh...
I'm not calling for a second chance
I'm screaming at the top of my voice
Give me reason, but don't give me choice
'Cause I'll just make the same mistake...
Oh...
So while I'm turning in my sheets
Oh...
And once again, I cannot sleep
Oh...
Walk out the door and up the street
Oh...
Look at the stars
Oh...
Look at the stars, falling down
Oh...
And I wonder where,
Oh..
.did I go wrong
Oh...
*James Blunt

segunda-feira, abril 28, 2008

108--

foto do dia 27
(o zuca e a bolota no seu cantinho)

107--


foto do dia 26
(a partida de snooker antes de irmos ver o vibe ao Crisfal)

106--



foto do dia 25

pronta para o AJATunas=)

105--


foto do dia 24
Serenata da tuna Castra Leuca para as meninas no Cantigas=)
é bem Kaskinha!!!

terça-feira, abril 22, 2008

AJATUNAS- dia 25 de Abril no Crato

1º Festival de Tunas (AJATUNAS) da AJAlentejo.
Apareçam!=)

domingo, abril 20, 2008

De onde me chegam estas palavras?*

"De onde me chegam estas palavras?

Nunca houve palavras para gritar a tua ausência.

Apenas o coraçao
pulsando a solidão antes de ti
quanto o teu rosto doía no meu rosto e eu descobri as minhas mãos
sem as tuas
e os teus olhos não eram mais que o lugar escondido onde a primavera
refaz o seu vestido de corolas.

E não havia um nome para gritar a tua ausência.

Mas tu vieste.

Do coração da noite?
Dos braços da manhã?
Dos bosques do outono?

Tu vieste.

E acordas todas as horas.
Preenches todos os minutos.
Acendes todas as fogueiras.
Escreves todas as palavras.

Um canto de alegria desprende-se dos meus dedos
quando toco o teu corpo e habito em ti
e a noite não existe
porque as nossas bocas acendem na madrugada
uma aurora de beijos.

Oh, meu amor
doem-me os braços de te abraçar,
trago as mãos acesas, a boca desfeita
e a solidão acorda em mim um grito de silêncio quando
o medo de perder-te é um corcel que pisa os meus cabelos
e se perde depois numa estrada deserta por onde
caminhas nua
como se estivesses triste.

*Joaquim Pessoa

repeat

caminhava pela rua e apeteceu-lhe estender os braços e sentir a brisa correr-lhe pelo corpo a acariciar-lhe a face. ouvia música e sentiu-se dentro da voz da cantora, como se toda aquela canção fosse sobre ela ou para ela. sentiu uma enorme sensação de liberdade. não sabia dizer se aquilo poderia ser felicidade, mas sentia que tinha motivos para sorrir. afinal ela tinha conseguido tanto até ali e tinha lutado por conseguir. sentia-se apenas dependente de si própria e sabia que tinha qualidades para continuar a vencer. finalmente sentia que [ainda] tinha qualidades. que [ainda] valia alguma coisa. que era muito mais do que pensava que poderia ser e que ainda poderia ser muito mais, mesmo que sozinha. e nesse momento ela sentia que a vida não era apenas vista a dois. a vida só por si tinha um enorme valor e que ela queria saboreá-la, sozinha, durante mais algum tempo.
continuou o seu caminho sempre a sorrir. e com o mp3 no repeat para não deixar fugir aquela maravilhosa sensação. finalmente o seu mundo era ela e só ela.

sábado, abril 19, 2008

99--


foto do dia 18
noite de filme com a mae (para matar saudades)

quinta-feira, abril 17, 2008

98--


foto do dia 16
Parabéns à Martinha!!!=)

quarta-feira, abril 16, 2008

=)

ja passaram alguns dias e o tempo não deixa esquecer nem que tudo aquilo perca a magia. pois é david, foi um verdadeiro sucesso o teu [nosso] concerto. foi uma "noite bonita" sem duvida nenhuma e as tuas palavras sábias marcaram o lugar na minha alma e no meu coraçao. [en]cantas as palavras que me sabem bem ouvir e que com toda a certeza me fazem acreditar. e como dizes, "para haver esperança basta acreditarmos". e eu acredito. acredito que sou uma rapariga que sonha e sou uma rapariga que que vive muito do que cantas e quer viver o resto também. eu vejo a luz, acredito nela e consigo quase tocá-la david. mesmo. obrigada.


"come back to see the day
you lost your heart and all your hopes,
i´ll take you to see the sunrise
and try to catch your ghost, oh.." (abertura do concerto. rita redshoes- dream on girl)

"tonight I feel it closer
and i can almost touch it
to you this may be nothing,
it's something to me
this raging light.." (david fonseca- this raging light)

domingo, abril 13, 2008

94--


foto do dia 12
"your heart is broken, and you don´t seem to mind"
palavras sábias. noite mágica. coraçao feliz.

sábado, abril 12, 2008

93--


foto de dia 11
agora é so distribui-las =)

92--

foto do dia 10
mais um livro. mas este, para oferecer=)

terça-feira, abril 08, 2008

She´s lost control*

Confusion in her eyes that says it all, she's lost control. And she's clinging to the nearest passer by, she's lost control. And she gave away the secrets of her past and said I've lost control again. And of a voice that told her when and where to act, She said I've lost control again. And she turned to me and took me by the hand and said I've lost control again. And how I'll never know just why or understand she said I've lost control again. And she screamed out, kicking on her side and said I've lost control again. And seized up on the floor, I thought she'd die, She said I've lost control. She's lost control again, she's lost control.Well I had to phone her friend to state her case and say she's lost control again. And she showed up all the errors and mistakes and said I've lost control again. But she expressed herself in many different ways until she lost control again. And walked upon the edge of no escape and laughed I've lost control.She's lost control again, she's lost control.I could live a little better with the myths and the lies. When the darkness broke in, I just broke down and cried, I could live a little in a wider line, When the change is gone, when the urge is gone To lose control When here we come.

*Joy Division (é só o que se ouve agora...)



"foi melhor. se Deus quis assim..."

MAS QUAL DEUS???? HAM????

e eu vivi pelo menos mais um dia. e é isso que todos os dias me faz continuar.

(descansa em paz epi.)

88--


foto do dia 6
(mais uma vitória do Futebol Clube do Crato!!)

87--


foto do dia 5
(noite de bingo no cantigas bar. lol)

sexta-feira, abril 04, 2008

85--

foto do dia 3
a nossa noite. finalmente=)

terça-feira, abril 01, 2008

"teacher, teacher, teacher!!!!!"

sorrisos grandes e abraços fortes. olhares ternos e expressões carinhosas, traquinas,curiosas a atentas.
e por agora isto basta-me.
já é um grande t-u-do.